100 maiores multinacionais do século 21 (41 chinesas e 12 brasileiras)

29/06/2006 09:18 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Google já lucrando na China?

Okay, essa notícia já é bem velhinha, mas, é relevante e vale menção.

A Google anunciou que vendeu sua participação na Baidu. Um dos primeiros investidores, a empresa americana comprou antes do IPO por US$ 5 mi cerca de 2,6% das ações ordinárias classe A do mecanismo de busca chinês. Na época da venda, na semana passada, essa participação já valia US$ 60 mi.

Obviamente além de embolsar uma grana, a motivação desse deal é permitir aos americanos competirem com liberdade no mercado de busca chinês, onde está a anos-luz atrás da Baidu em market-share.

Google Sells Stake in Baidu.com (Yahoo, em inglês): http://biz.yahoo.com/ap/060622/google_baidu.html?.v=1

27/06/2006 20:32 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Google: (quase) U$ 10 milhões para contratar seu homem na China

Alguns meses atrás, aconteceu mais um capítulo da acirrada briga entre duas das principais empresas de tecnologia do mundo. A disputa, judicial, era entre Microsoft e Google. Terreno: China. Motivo: o executivo Kai-Fu Lee. Uma matéria recente da FastCompany conta um pouco da sua história.

Lee foi um dos grandes responsáveis pela consolidação da Microsoft na China. Construiu para a empresa americana uma forte rede de relacionamento e um dos principais laboratórios de pesquisas tecnológicas do mundo. Além disso, o executivo era também uma espécie de executivo-estrela. Autor de um best-seller de auto-ajuda profissional e requisitadíssimo palestrante, ele ajudou a fazer dos empregos na Microsoft os mais desejados entre os profissionais chineses e, principalmente, talentos de TI.

Para ter Lee na sua folha de pagamento, a Google mexeu fundo no caixa. São US$ 2,5 mi de signing bonus (uma espécie de prêmio de transferência), US$ 1,5 mi depois de um ano e mais de US$ 5 mi em ações. Além de mirar no mercado local, a Google quer de Lee uma de suas principais habilidades, montar equipe. Os profissionais chineses atuarão não só na companhia na China, mas, principalmente, em mercados internacionais.

Talent Magnet (revista FastCompany, em inglês): http://www.fastcompany.com/magazine/106/talent-magnet.html

Perfil de Kai-Fu Lee (site corporativo Google, em inglês): http://www.google.com/intl/en/corporate/execs.html#kaifu

Site pessoal Kai-Fu Lee (em chinês): www.kaifulee.com

21/06/2006 10:29 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Top 100 multinacionais do século 21 (41 chinesas e 12 brasileiras) Parte III

Link para os websites de algumas das empresas chinesas mencionadas no estudo da Boston Consulting Group (BCG) que têm presença no Brasil.

Gree: www.gree.com.br
Huawei: www.huawei.com.br
Lenovo: www.lenovo.com/br/pt/
SVA: www.sva.com.br
ZTE: www.ztebrasil.com.br

21/06/2006 10:14 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Um rápido perfil deste que vos escreve

Nome: IN Hsieh

Pessoal: descendente de chineses nascido em Curitiba em 1975.

Profissional: atuamente sócio em uma empresa de consultoria e desenvolvimento de negócios. Passagem por empresas como InvestNews/Gazeta Mercantil, iBest/AgênciaClick, Submarino.com, Accenture, GTech/Monitor e assessoria a empresas chinesas no Brasil e vice-versa.

Acadêmico: formado em Administração de Empresas pela FGV e especialização em Desenvolvimento de Negócios e Empreendedorismo pela mesma.

Mentor de carreira de jovens universitários e recém-formados da comunidade chinesa no Brasil.

21/06/2006 08:35 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

China na África

O Valor Econômico publicou hoje uma boa matéria sobre o avanço da influência chinesa no continente Africano. O país asiático está tomando a posição do Brasil de principal parceiro de Angola, por exemplo.

Os principais interesses da China estão em recursos naturais, especialmente petróleo. Em troca de garantias de fornecimento e sem contrapartidas políticas, os chineses oferecem investimentos e linhas de crédito.

Outro ponto fundamental nessa ofensiva mas não mencionado pela matéria são os ganhos geopolíticos. A China também está de olho nos votos em organismos internacionais desses países africanos. Pelo apoio político, eles recebem recursos aos quais dificilmente teriam acesso.

China faz este ano sua maior ofensiva na África (Valor Econômico): http://www.valoronline.com.br/valoreconomico/285/primeirocaderno/Internacional/China+faz+este+ano+a+sua+maior+ofensiva+econ%c3%b4mica+na+Africa,,,61,3748885.html

20/06/2006 24:57 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Mais futebol

ArquivoChina em clima de Copa.

Sempre digo que chineses não jogam bem futebol (a maioria, eu inclusive, mas, nem todos) simplesmente porque não nasceram para isso… o DNA não foi programado. E não é que arranjaram uma justificativa para sair por cima? Uma professora do Institute of Sociology, Chinese Academy of Social Sciences diz que a razão é cultural (!!!)

Ela diz que os chineses, especialmente da etnia Han (92% da população), são pessoas elegantes e educadas que não praticam bravura descabida e preferem métodos mais suaves. E como o futebol é fisicamente intenso e até violento, não é adequado aos chineses.

Okay, agora entendi. Somos gentlemen e não gostamos desse esporte de bárbaros. A-han…rs.

Why Chinese People Are Not Good At Football (Virtual China, em inglês): http://www.virtual-china.org/2006/06/why_chinese_peo.html

20/06/2006 24:49 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Assuntos mais procurados na internet chinesa

Via Virtual China (www.virtual-china.org)

A Baidu, principal serviço de busca online da China, tem seu correspondente ao Google Zeitgeist, ferramenta que aponta os assuntos mais buscados do período. O interessante é que existem rankings por categorias, como Top10 belezas femininas, Top10 programas de televisão, Top10 jogos online, Top10 empresas de capital aberto, entre outros.

中文搜索风云榜 (em chinês): http://top.baidu.com/

20/06/2006 24:39 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Males da política do filho único Parte II

Correções recebidas do leitor Eduardo Lee.

. O governo chinês já proibe exames para detectar sexo.

. Desequilíbrio de sexos nas grandes cidades devem-se à ida de mulheres aos grandes centros urbanos. É comum mais mulheres do que homens.

Obrigado pelo alerta!

20/06/2006 24:22 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Copa do Mundo na China

Alguns momentos da Copa na China:

1. Brasileiros acompanhando jogo da seleção em Beijing. (Blog do Gilberto Scofield, correspondente em Beijing do jornal O Globo): http://oglobo.globo.com/online/blogs/gilberto/post.asp?cod_post=11344

2. Funcionário de empresa de TI em Beijing pediu demissão para voltar para casa dos pais em outra província para conseguir acompanhar a Copa full-time

Game fan sees footbal more important than jog (China Daily, em inglês): http://www.chinadaily.com.cn/china/2006-06/15/content_617304.htm

3. Blogueiro chinês alcança 10 milhões de visitas na última sexta em seu site.

Chinese World Cup blogger racks up hits (News.com, em inglês): http://news.com.com/Chinese+World+Cup+blogger+racks+up+hits/2100-1026_3-6084613.html

Blog do Don Lu (em chinês simplificado): http://blog.sina.com.cn/m/donglu

17/06/2006 24:53 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Males da política do filho único

O controle de natalidade na China através da política do filho único já está causando alguns problemas sociais:

. filhos mimados, apelidados de pequenos imperadores
. famílias cada vez menores e com poucos parentes próximos (como uma pessoa não tem irmãos, seu filho não terá tios e nem primos)
. desproporção cada vez maior entre o tamanho da população masculina e feminina (pais “selecionam” dando preferência a filhos homens, já que será o provedor, sustentará os pais quando estiverem velhos e é quem dará continuidade à família – o governo chinês chega a cogitar a proibição de exames que indiquem o sexo o bebê antes de nascer)

No campo econômico, a consequência é a aceleração de um problema que países mais ricos já enfrentam, o desequilíbrio entre o número de jovens e de velhos. Chegará um momento em que o país terá muito mais idosos (e em uma volume brutal) sendo sustentados por uma quantidade cada vez menor de pessoas em fase produtiva.

Se por um lado a política permitiu segurar o crescimento explosivo da população, por outro trará problemas que o governo chinês já se apressa em resolver.

15/06/2006 10:54 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Dinastias chinesas

Tabela com a relação completa das dinastias que reinaram no território atual da China e regiões/países adjacentes.

Fonte (em inglês): www.zhongwen.com/ (BC = Antes de Cristo; Republic of China = Taiwan; People’s Republic of China = China Continental)

15/06/2006 10:05 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Top 100 multinacionais do século 21 (41 chinesas e 12 brasileiras) Parte II

Relação completa das companhias do estudo New Global Challengers da Boston Consulting Group. As chinesas com asterisco têm presença direta ou indireta conhecida no Brasil.

BRASIL
Braskem – petrochemicals
Companhia Vale do Rio Doce – mining
Coteminas – textiles
Embraco – engineered products
Embraer – aerospace
Gerdau Steel – steel
Natura – cosmetics
Perdigão – food and beverages
Petrobras – fossil fuels
Sadia – food and beverages
WEG – engineered products
Votorantim Group – process industries

CHINA
Aluminum Corporation of China (Chalco) – nonferrous metals
BOE Hudis Technology Company – computers and IT componentes
BYD Company – consumer electronics
China Aviation Corporation – aerospace
China FAW Group Corporation – automotive equipment
China HuaNeng Group – fossil fuels
China International Marine Containers Group Company (CIMC) – shipping
China Minmetals Corporation – nonferrous metals
China Mobile Communications Corporation – telecommunications services
China National Heavy Duty Truck Group Corporation (CNHTC) – automotive equipment
China Netcom Group Corporation (CNC) – telecommunications services
China Petroleum & Chemical Corporation (Sinopec) – fossil fuels
China Shipping Group – shipping
Chunlan Group Corporation – home appliances
CNOOC – fossil fuels
COSCO Group – shipping
Dongfeng Motor Company – automotive equipment
Erdos Group – textiles
Founder Group – computers and IT components
Galanz Group Company – home appliances
Gree Electric Appliances – home appliances*
Haier Company – home appliances*
Hisense – consumer electronics*
Huawei Technologies Company – telecommunication equipment*
Johnson Electric – engineered products
Konka Group Company – consumer electronics
Lenovo Group – Computers and IT components*
Li & Fung Group – textiles
Midea Holding Company – home appliances
Nanjing Automobile Groups Corporation (NAC) – automotive equipment
Pearl River Piano Group – musical instruments
PetroChina Company – fossil fuels
Shanghais Automotive Industry Corporation Group (SAIC) – automotive equipment
Shanghai Baosteel Group Corporation – steel*
Shougang Group – steel
Sinochem Corporation – chemicals
Skyworth Multimedia Internacional Company – consumer electronics
SVA Group Company – consumer electronics*
TCL Corporation – consumer electronics*
Techtronic Industries Company – engineered products
Tsingtao Brewery – food and beverages
UTStarcom – telecommunications equipment
Wanxiang Group Corporation – automotive equipment
ZTE Corporation – telecommunications equipment*

Link New Global Challengers da BCG (PDF, em inglês) www.bcg.com/publications/files/New_Global_Challengers_May06.pdf

[ 1 comentário aprovado]

15/06/2006 09:12 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

China vs. França: abrindo empresas

O empresário europeu, Sebastien Breteau, aponta em seu blog algumas diferenças no processo de abertura de empresa na China e na França. A impressão inicial é que o processo mais burocrático e caro seria no país asiático, porém, a resposta é inversa. Leva-se 10 meses de burocraria na França, enquanto que na China, especificamente Shenzhen, são necessárias 3 semanas. Em termos de custo, um escritório de 250 m2 custa €120,000 no primeiro €12,000 por 350 m2 no segundo.

Sebastien Breteau é CEO da AsiaInspector, uma empresa que presta serviços de controle de qualidade para empresas estrangeiras que produzam na China, e o endereço do seu blog Chief Asia Inspector é (em inglês): www.chiefasiainspector.com/

14/06/2006 16:46 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Top 100 multinacionais do século 21 (41 chinesas e 12 brasileiras)

A consultoria Boston Consulting Group publicou o estudo New Global Challengers que aponta 100 empresas de países emergentes com potencial de se tornarem importantes multinacionais do século 21. Da relação, a China lidera com 44 empresas, com Índia em segundo (21) e Brasil em terceiro (12).

Entre as empresas brasileiras estão Embraer, Embraco, Petrobrás, Sadia e Perdigão. Das chinesas, estão Lenovo, Galanz, Hisense e Haier, entre outras. Lista completa aqui em breve.

Link Emerging Today, Global Tomorrow (BusinessWeek, em inglês): http://www.businessweek.com/globalbiz/content/may2006/gb20060530_856726.htm?chan=globalbiz_asia_economics+%2B+policy

13/06/2006 10:38 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Grife de luxo chinesa

Quando uma empresa chinesa aparece no noticiário no Brasil, é porque realmente ganhou relevância internacional. Shanghai Tang é uma grife de alta costura fundada pelo empresário David Tang e mais tarde vendido para o grupo internacional Richemont que é dona de marcas como Cartier, Montblanc e Chloé, entre outras.

Exemplos da moda e costura chinesa nos próximos posts.

Link Shanghai Tang inspira-se na história para vender luxo (Valor Online): www.valoronline.com.br/valoreconomico/285/empresasetecnologia/empresas/Shanghai+Tang+inspira-se+na+historia+para+vender+luxo,,,51,3736299.html

Link The Gucci Killer (Fast Company, em inglês): www.fastcompany.com/magazine/102/shanghai.html

08/06/2006 17:53 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

TriplePlay China

A ChinaMobile, maior operadora de celular do mundo em número de assinantes, anunciou que comprará a participação na PhoenixTV de Hong Kong do empresário Rupert Murdoch (dono de um dos maiores conglomerados de mídia do mundo, o NewsCorp – Star na Ásia).

Com essa negociação, a ChinaMobile entra com as duas pernas no triple-play, que pode ser descrito de forma simplificada como fornecimento conjunto/integrado de serviços de internet, tv e telefonia, através de banda larga com ou sem fio. De início, a operadora poderá, por exemplo, transmitir programas da PhoenixTV para os celulares e no futuro desenvolver toda sorte de produtos e serviços integrados e interativos. O mercado chinês ainda não liberou licenças para celulares 3G, mas, certamente é uma das pontas da estratégia.

Certamente o acesso a conteúdo de terceiros pode ser obtido através de parcerias, mas, essa negociação possivelmente foi motivada pelo desejo de exclusividade à programação, know-how e casting da PhoenixTV, já que esta é muito popular na China e ajudou a popularizar e fazer a fortuna de astros da música e do cinema da ex-colônia britânica.

Link ChinaMobile buys stake in Phoenix (BusinessWeek, em inglês): http://www.businessweek.com/ap/financialnews/D8I443482.htm?sub=apn_tech_down&chan=tc

07/06/2006 23:35 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Expressão chinesa de hoje

O Oneaday de hoje tem uma expressão chinesa extremamente popular: 以毒攻毒 (yi3 du2 gong1 du1).

Literalmente significa usar veneno para atacar veneno. É o que chamamos de experimentar o próprio remédio. Tanto em termos práticos quando estratégicos. Muito usado nos filmes de kung-fu 🙂

www.OneADay.org

07/06/2006 23:13 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)
Aprendendo chinês: 934 ideogramas bastam para 90% da leitura

Dica do MeoldChina.

Uma pesquisa feita por órgãos governamentais da China apontou que é necessário conhecer 934 ideogramas para se entender 90% das leituras em chinês. O resultado foi obtido após análise de 15 jornais, 13 canais de televisão e 3 portais de internet. Mais detalhes da pesquisa aqui em breve.

07/06/2006 22:49 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Anti-Guge (Google)

Dica do MeoldChina.

Algumas semanas atrás, a Google adotou formalmente um nome em chinês 谷歌 (pronuncia-se cû-qê) que pode ser traduzido para algo como música do vale. A medida é mais para uniformizar a nomenclatura, já que como no chinês cada fonema (som) pode corresponder a diversos ideogramas, o site podia ser chamado dos mais diferentes jeitos. Um dos mais populares e que desagradavam tremendamente a direção da empresa era 狗狗 (pronuncia-se cou-cou), ou cachorrinho.

Pois não é que algumas pessoas não gostaram do novo nome, apesar do seu tom poético? Existe inclusive um abaixo-assinado pedindo a modificação e uma enquete com os nomes preferidos dos usuários (liderando o 狗狗).

Link CNN Money Google gets a new Chinese name (em inglês): http://money.cnn.com/2006/04/13/technology/business2_browser0413/

Link abaixo-assinado No-Guge (em inglês e chinês): http://www.noguge.com/

07/06/2006 09:52 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Depois do Guanxi, o Mianzi

Quando se fala em negócios com a China, menciona-se muito o Guanxi (relacionamento) como chave para o sucesso. Porém, bons contatos não garantem nada se estes não estiverem se sentindo bem. Aí entra outra etiqueta social chinesa, o Mianzi, que pode ser traduzido como prestígio.

O status de uma pessoa é formado com o tempo, com suas ações e opiniões, e para um chinês não é muito diferente. Fazer com que ele perca mianzi, principalmente em público, é na prática acabar com o esforço de uma vida. A cultura ocidental também preza bastante esse fator, porém, para os orientais de forma geral, parece ser um bem mais sensível. Por isso, deve-se evitar expor alguém ao ridículo ou vergonha excessiva. Isso explica fatos como o suicídio de estudantes que repetem de ano e funcionários públicos e políticos que se demitem ao menor indício de corrupção.

Obviamente que dentro de casa e entre amigos mais próximos, dar aquela sacaneada não abala tanto, pois não passa de uma brincadeira. Já em processos de negociação, deve-se procurar manter o mianzi dos interlocutores adotando ações (simples) do tipo:

. mesmo que tenha feito o melhor negócio da vida, fazer com que o outro lado pareça vitorioso

. valorizar o interlocutor, independente se o público for hierarquicamente inferior, superior ou de mesmo nível

. seguir protocolos, formalidades e tradições

. dar máxima atenção numa conversa

De forma geral, seguir o bom senso já é o suficiente.

06/06/2006 20:46 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Automóveis Chineses nos EUA

O parceiro local da montadora chinesa Chery está próximo de captar os investimentos necessários para financiar a venda dos carros chineses nos EUA. Malcolm Bricklin, da Visionary Vehicles, foi responsável pela introdução da Subaru no mercado americano na década de 1960.

Só para relembrar, além a ação movida pela General Motors pela semelhança com a sua marca Chevy, a companhia chinesa enfrenta a montadora americana em questões de pirataria pela semelhança de um dos seus modelos QQ com o Chevrolet Spark. Foto abaixo.

Executivos da Chery estiveram no Brasil recentemente e aparentemente os modelos da marca deverão desembarcar em breve por aqui. Porém, antes de mais nada, precisarão enfrentar o mesmo desafio que tem nos EUA: montar uma rede de revendas. Não dá pra esquecer as inúmeras montadoras que vieram ao Brasil após a abertura do Collor e acabaram se dando mau.

Link Partner gets funds to pave way for US-made Chery Cars (Shanghai Daily, em inglês): http://www.shanghaidaily.com/art/2006/06/06/282218/Partner_gets_funds_to_pave_way_for_US_made_Chery_cars.htm

Link Carro barato chinês será vendido no Brasil (Estadão): http://txt.estado.com.br/editorias/2006/05/12/eco117371.xml

Fonte: http://horizontal.flying-away.net/

06/06/2006 20:23 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Os jogos online mais aguardados

O PacificEpoch publicou o ranking dos online games mais aguardados de uma enquete do portal chinês 17173. Seguem abaixo. Vale notar a expectativa pela The9 que conseguiu colocar bons jogos no pipeline de lançamento.

SUN (The9 (Nasdaq: NCTY))
Dungeon and Fighter (developer: Mmoact)
HX ¢ò(Shenzhen Domain Networks)
Da Tang Feng Yun (Tian Chang Network)
Neo Stream (T2CN)
Granado Espada (The9)
Kingdom of Warriors (developer: Webzen China)
Guild Wars (The9)
Rohan (developer: Geomind)
Ragnorak Online 2 (developer: Gravity)

Link PacificEpoch (em inglês): http://www.pacificepoch.com/newsstories?id=P64712

06/06/2006 20:17 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)
Relatório Internet e Mobile na China

O blog China Venture News publica alguns highlights de um estudo sobre os mercados de internet e telefonia celular da China. Interessante os comentários sobre a similaridade com os outros dois principais mercados asiáticos (Japão e Coréia) e o índices de desempenho com potencial de crescimento.

Link Think Technology: China Internet and Wireless Report (em inglês): http://www.chinaventurenews.com/

06/06/2006 19:53 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Cultura pop coreana

Boa reportagem, apesar de não se aprofundar muito, a sobre o crescimento recente da Coréia, especialmente cultural. Na China, o grande boom cultural dos últimos anos tem sido as novelas coreanas. Estão entre as mais assistidas e seus protagonistas ganharam status de estrelas no país. Ah, claro, sem esquecer dos jogos online, que explodiu de verdade na terra do soju (aguardente à base de batata-doces, principal bebida alcoólica da Coréia e segunda mais consumida no mundo).

Link (A “cultura pop” coreana arrebenta sobre a Ásia Le Monde, em português no UOL): http://noticias.uol.com.br/midiaglobal/lemonde/2006/06/06/ult580u2000.jhtm

06/06/2006 11:39 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Empresário chinês compra estação de tv no Oriente Médio

Segundo o ChinaDaily, através do blog Danwei.org, um empresário chinês comprou a estação de televisão estatal dos Emirados Árabes Unidos, Dubai Media City. O novo proprietário Wang Weishend é de Wenzhou, cidade na província de Zhejiang famosa por produzir habilidosos negociadores e empreendedores. Notícia interessante para mostrar a diversificação dos negócios de empresários chineses pelo mundo.

Link Chinese businessman buys Arab TV station (Danwei.org, em inglês): http://www.danwei.org/ip_and_law/viagra_patent_gets_official_pr.php

Link Wenzhou businessman buys Arab TV station (ChinaDaily, em inglês): http://www.danwei.org/ip_and_law/viagra_patent_gets_official_pr.php

05/06/2006 18:07 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Ferrari Falsificada

Dica do Danwei.org.

Nesse caso a ousadia e a engenhosidade andam de mãos dadas. A Ferrari encontrou na China um 7o. exemplar de um modelo do qual produziu apenas 6. Abaixo video de reportagem da Reuters sobre falsificação, com entrevista do VP da Comissão Européia mostrando foto do carro falso. Clique na imagem abaixo para assistir.

02/06/2006 09:30 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)

Descendentes são novo alvo do mercado

Matéria do Valor Econômico sobre oportunidade de trabalho para descendentes de chineses e profissionais fluentes em mandarim.

Link Descendentes são novo alvo do mercado: www.valoronline.com.br/valoreconomico/285/eueinvestimento/167/Descendentes+sao+novo+alvo+do+mercado+,,,167,3714195.html

02/06/2006 01:22 – publicado por IN Hsieh (inhsieh@gmail.com)
Disney vs. Pirataria na China = promoção

A Walt Disney Co. está usando uma nova estratégia para combater a pirataria na China… estimulando a compra de originais através de promoções de marketing. Compradores que enviarem um adesivo holográfico existente somente nos produtos oficiais concorrem a dvds, televisores e viagens à Disneylândia Hong Kong.

Ótima idéia, principalmente considerando o sucesso que o mais novo parque do grupo tem feito. É uma forma de arregimentar os próprios clientes no combate à falsificação, principalmente porque combina com outras promoções similares e uma forte campanha de comunicação. A companhia inclusive tem recebido denúncias da população sobre varejistas irregulares.

Link Disney Fires a Broadside at Pirates (WallStreet Journal, em inglês): http://online.wsj.com/article/SB114902904291766786-email.html

01/06/2006 19:45 – publicado por IN Hsieh

Celular Feng-Shui

Já faz tempo que os fabricantes de celulares adotaram a estratégia de portfólio de modelos, com os mais diversos estilos e/ou funcionalidades.

De vez em quando aparece uma bizarrice que eventualmente pode dar certo. Desta vez é a Motorola que acabou de conseguir patente para um celular que analisa feng-shui. Segundo a aplicação, o aparelho tem as seguintes funcionalidades

  • Sensores para medir o campo eletromagnético e descobrir a direção/sentido geográfico
  • Câmera digital para determinar características das cores
  • GPS receiver para determinar a localização
  • Coordenadas são enviadas para uma base GIS (sistema de geoinformação) para obter dados sobre a vizinhança
  • Microfone para medir o nível de ruído
  • Radio AM/FM para medir a distância de torres de rádio
  • Tabela com valores de chi de cada um dos parâmetros analisados para avaliar o chi (energia) do local

Link Motorola’s Feng Shui Phone (em inglês – a foto é de um razor e deve ser meramente ilustrativa): http://www.unwiredview.com/2006/04/28/motorolas-feng-shui-phone/

01/06/2006 10:27 – publicado por IN Hsieh

Jack Ma: O que vamos fazer amanhã? Dominar a internet

Jack Ma, fundador da Alibaba, declarou na conferência de analistas do Yahoo que sua empresa derrotará todas as empresas online que entrarem no mercado chinês. Isso inclui eBay, Google e Baidu. Segundo ele, os cinco fatores de sucesso são: mercado eletrônico (Alibaba.com e TaoBao); credibilidade (que ajudou a construir uma base de 160 mil companhias e 15 milhões de usuários); sistema de pagamento (AliPay, que movimentou no ano passado US$ 700 milhões); mercanismo de busca (Yahoo!China) e um quinto que será lançado nos próximos dois anos.

Ma faz parte de uma nova geração de empreendedores chineses que estão construindo fortuna com tecnologia + mercado de capitais. Integram o grupo: Chen Tianqiao, Shanda Interactive (jogos online); Huang Guangyu, Gomei (varejista de eletroeletrônicos); William Ding, Netease (portal e jogos online), entre outros.

A empresa de Ma controla além do portal de b2b de mesmo nome, o b2c TaoBao, o pagamento online AliPay e Yahoo!China, que se juntou ao grupo depois que a companhia americana comprou uma participação no portal chinês.

Link ‘Crazy’ Jack Ma Set to Dominate The World (em inglês): http://www.ecommerce-guide.com/news/news/article.php/3607661

31/05/2006 15:06 – publicado por IN Hsieh

China Mobile: 4a. marca mais valiosa do mundo

Luís Minoru Shibata, diretor da consultoria YankeeGroup, postou no seu blog sobre uma aquisição da China Mobile e me lembrei de uma notícia sobre a mesma empresa. Supreendentemente, a marca da operadora de celular chinesa foi apontada em uma pesquisa de 2005 pela empresa de pesquisas Millward Brown Optimor, do grupo WPP, como a quarta mais valiosa do mundo, avaliada em US$ 39 bilhões. Os top10, com valores em bilhões de dólares:

1. Microsoft – 62,039
2. GE – 55,834
3. Coca-Cola – 41,406
4. China Mobile – 39,168
5. Marlboro – 38,510
6. Wal-Mart – 37,567
7. Google – 37,445
8. IBM – 36,084
9. Citibank – 31,028
10. Toyota – 30,201

Em termos de marca, principalmente no mercado internacional, a empresa é desconhecida, mas, como o levantamento leva em conta outras variáveis como potencial de crescimento e capacidade de alavancar negócios, a China Mobile alcançou a posição graças aos 265 milhões de assinantes e penetração de apenas 30% da telefonia celular na população local.

O caso é muito particular, pois a companhia tem o oligopólio em um setor de rapidíssimo crescimento no maior mercado do mundo, porém, não deixa de sinalizar o potencial das marcas chinesas. Outras candidatas são: Lenovo (computadores e tecnologia), Gree (ar condicionado), Haier (eletrodomésticos) e TCL (televisão). Mais em futuros posts.

Link para press-release da Millward Brown Optimor: ww2.wpp.com/Press/2006/20060403_1.html

Link para blog do Luís Minoru Shibata, na IT Web: www.itweb.com.br/index.php?option=com_blogview&id=82

31/05/2006 12:04 – publicado por IN Hsieh

Expressão em chinês

A expressão em chinês de hoje do One-A-Day tem alguns ideogramas mais complexos, vale uma visita para ver o significado (em inglês): www.oneaday.org

31/05/2006 11:16 – publicado por IN Hsieh

Festival do Duan Wu Jie

Mesmo sem fazer uma celebração no Brasil, não posso deixar de registrar a data de hoje. Comemorado todo dia quinto dia do quinto mês do calendário lugar, o Duan Wu Jie (端午节 no chinês simplificado e 端五節 no tradicional), também conhecido em outros países como Dragon Boat Festival ou Dumpling Festival, honra o antigo poeta Qu Yuan.

Oficial do Reino Chu no perído dos Reinos Guerreiros, Qu foi banido pelo rei por influência de assessores invejosos da sua capacidade. No exílio, ao descobrir que seu reino foi conquistado, cometeu suicídio jogando-se no Rio Mi Lou com uma pedra amarrada ao corpo. Ao saberem da notícia, pescadores da região correram em seus barcos para acudir o poeta. Como nada encontraram, jogaram arroz no rio para evitar que peixes comecem o corpo de Qu. Nos anos seguintes, o arroz começou a ser embrulhado em folhas de bambu, em bolinhos conhecidos como zongzi.

E assim surgiu a tradição da corrida de barco e comer trouxinhas de arroz. O Duan Wu Jie que, acima da homenagem o dedicado Qu Yuan, lembra a todos as obrigações das pessoas com seu povo e país. Habitualmente, as pessoas trocam zongzi com familiares e amigos mais próximos, numa grande confraternização.

zongzi (Fonte: http://www.answers.com/topic/zongzi)

Corrida de barcos do dragão – dragon boat race (fonte: http://www.info.gov.hk/info/hkbrief/eng/come.htm)

31/05/2006 11:02 – publicado por IN Hsieh

Design BBB Made in China

Essa matéria da BusinessWeek é relativamente antiga, de Novembro do ano passado, mas, guardei no bookmark como referência sobre o avanço da China na criação de novos produtos. Como contra-ponto à tradição do BBB (barato-barato-barato), as empresas do país começam a perceber a necessidade de diferenciação para permanecerem competitivas globalmente, aliando assim o baixo custo na produção a qualidade e design no verdadeiro bom, bonito e barato.

O artigo mostra exemplos de como multinacionais e empresas chinesas estão adaptando e criando novos produtos para o mercado local. É uma situação muito similar ao que ocorreu com as grandes companhias japonesas e coreanas, nas suas respectivas épocas. Empresas como Sony e Samsung começaram como fabricantes de produtos de baixo preço e qualidade e atualmente são reconhecidas como marcas de grandes produtos.

Fonte da imagem: http://www.businessweek.com/magazine/content/05_47/b3960003.htm?campaign_id=search

30/05/2006 19:04 – publicado por IN Hsieh

virais e consumer made content

A internet chinesa também produz suas Brunas Surfistinhas. Aliás, a vontade de aparecer é enorme, já que sites de publicação de conteúdo como blogs, fotologs e videologs fazem enorme sucesso. Talvez seja a vontade de aparecer e de afirmar a individualidade nesse mar de gente, mas, isso fica para um estudo sociológico mais profundo.

O viral do momento é o Uncle Bus, video que mostra uma discussão dentro de um ônibus de Hong Kong entre um senhor de meia idade e um jovem. Aparentemente este o primeiro falava alto ao celular, o que provocou a reação do último. Inconformado, o senhor parte pra agressão verbal, uma briga idiota que qualquer um corre o risco de enfrentar no seu dia-a-dia, mas, que nesse caso acabou virando um sucesso online. Assisti pela primeira vez há algumas semanas atraído pela alta posição no ranking de views no YouTube. E agora que voltei já encontro versões legendadas em inglês e chinês, remixes, paródicas, etc. Numa rápida soma, as diferentes versões do video, muitos criados por usuários (que tem sido chamado de consumer content) já resultam mais de 2 milhões de visitas.

Clique na imagem para assistir ao vídeo no YouTube. Versão com legendas em inglês e chinês simplificado. Os dois conversam em cantonês.

Outras versões:

Remix de música eletrônica com frases do video

Dublagem com imagem de um programa de televisão sobre a Copa e voz do video do Unclue Bus

 

30/05/2006 18:08 – publicado por IN Hsieh

expressões em chinês

Um site muito interessante sobre o idioma chinês é o One-A-Day. Periodicamente (ao contrário do nome, não é exatamente diário) publica expressões idiomáticas em chinês, nas formas tradicional e simplificado, com o pinyin e uma rápida tradução em inglês.

Já escrevi diversas vezes ao editor, mas, nunca obtive uma resposta. Um dia ainda consigo autorização para criar uma versão em português. A de hoje é:

Tradução literal: atrair o lobo para dentro de casa.

Significado/uso: usado para ilustrar uma situação em que se atraiu (sem querer) alguém do mau, um bandido ou o inimigo para dentro de casa.

As próximas, chequem o site: www.oneaday.org

ps: imagem tirada do próprio site

 

29/05/2006 18:12 – publicado por IN Hsieh

Na China, Yahoo+eBay=dormindo com o inimigo

. Folha de São Paulo: Yahoo! e eBay formam parceria para enfrentar concorrência on-line
. San Francisco Chronicles (inglês): Jack Ma: eBay gone in China

A aliança foi anunciada na semana passada e tem sido apontada como grande passo para enfrentar principalmente o Google. O inusitado dessa parceria é que na China, o Yahoo! é operado pelo b2b Alibaba, que vem a ser dono do maior concorrente do eBay, o Taobao.com. A luta entre os dois sites de leilão/ecommerce no mercado chinês é sangrento, inclusive com o fundador do Alibaba e principal executivo do Yahoo na China, Jack Ma, alfinetando o eBay publicamente.

Um eventual casamento entre as duas empresas geraria uma situação ainda mais curiosa.

29/05/2006 17:49 – publicado por IN Hsieh

Chineses sonham com Zidane

. Máquina do Esporte (port): Por uma maior visibilidade, clubes tenta convencer atleta francês a seguir no futebol e atuar no campeonato do país asiático.

Ainda não parece viável o mercado de futebol chinês contratar um jogador do porte do Zidane. Nos últimos anos, a crise provocada pela corrupção prejudicou ainda mais o precário campeonato local, tirando os torcedores dos estádios e a credibilidade da organização.

Alguém como o Zico que alavancou o futebol japonês seria o ideal.

29/05/2006 17:44 – publicado por IN Hsieh

inaugurando

Post de inauguração. Arquivo particular de notícias.

China / Brasil: notícias, negócios, oportunidades, empregos, TI, marketing, mídia, cultura e mandarim / chinês