Arquivo da categoria: Empregos e Mercado de Trabalho

Tiago Yonamine – Man in the Arena #079 (trampos.co)

O Man in the Arena é um videocast sobre empreendedorismo e cultura digital apresentado por Leo Kuba, Miguel Cavalcanti e In Hsieh.

Neste episódio (#079):

Um bate-papo com Tiago Yonamine, fundador e diretor-executivo do trampos.co, site de vagas de emprego na indústria da comunicação e tecnologia.

Tiago é formado em Design com pós-graduação em Marketing e Sociologia, atuou em agências e empresas de comunicação, como Espalhe, EURO RSCG 4D, Editora Abril e Torke Lisboa. Há 4 anos dedica-se exclusivamente ao trampos.co, divulgando anualmente mais de 8 mil vagas de emprego na indústria da comunicação e tecnologia.

O Man in the Arena tem apoio da Livraria Cultura, KingHost e FIAP.

Para saber mais:

– Tiago Yonamine: https://twitter.com/sushist
– trampos.co: http://trampos.co/
– trampos.co – Twitter: http://twitter.com/trampos
– trampos.co – Facebook: http://facebook.com/trampos

Acompanhe e participe nos canais do Man in the Arena:

– YouTube: http://youtube.com/maninthearenatv
– Facebook: http://facebook.com/maninthearenatv
– iTunes (Audio): https://itunes.apple.com/br/podcast/m…

Continuar lendo Tiago Yonamine – Man in the Arena #079 (trampos.co)

Exigência de QI

Não, não tem nada a ver com o famoso “quem indica”, tão popular na China. A empresa de outsourcing Bleum, sediada em Xangai, conseguiu chamar a atenção do mundo com outro QI, adotado em seu processo de seleção de empregados. Na primeira etapa, os candidatos devem alcançar um quociente de inteligência mínimo, num teste aplicado pela companhia. A curiosidade é a seguinte: para candidatos dos EUA, a marca a ser batida é 125; para candidatos chineses, é 140. Segundo a Bleum, que emprega cerca de mil pessoas, a diferença de critério se deve ao fato de haver muito mais candidatos chineses do que americanos. “É mais difícil entrar na Bleum do que em Harvard”, disse o executivo-chefe Eric Rongley à Computerworld.

Emprego para quem fala Mandarim em empresa chinesa no Brasil

A ZTE é uma multinacional chinesa que atua no segmento de telecom e está buscando 2 Analistas Administrativos que falem mandarim para o escritório de São Paulo.

Assistente Administrativo / Contratos
– irá atuar dando suporte à área, em rotinas administrativas em geral
– desejável superior completo
– mandarim fluente
– desejável inglês fluente

Interessados entrar em contato pelo email abaixo.

Viviane Castello Branco
Email: viviane.branco@ztebrasil.com.br

Emprego para quem fala Mandarim ENGENHEIRO DE CONSTRUÇÃO CIVIL

Pessoal, mais uma oportunidade de trabalho para quem fala chinês.

ENGENHEIRO DE CONSTRUÇÃO CIVIL
Posto de Orçamentos – Luanda, Angola

Multinacional formada por quadros angolanos, poloneses e brasileiros que atua no mercado de incorporação imobiliária contrata profissional para atuar como Engenheiro de Construção Civil em Postos de Orçamento em Luanda, Angola. O profissional deve ter formação superior em Engenharia Civil. É fundamental que tenha experiência relevante na área de construção civil, desejável na área de orçamentos. Requer-se também familiaridade com negociações com mercados internacionais, especialmente China, e adaptabilidade a outras culturas. Mandarim avançado é imprescindível, além de total disponibilidade para viagens à China para contatos com clientes.

O profissional atuará no Posto de orçamentos em Luanda, dando suporte ao departamento e terá grande exposição ao mercado chinês.

Aos interessados, encaminhar o currículo para clarissarezende@mbaempresarial.com.br ou entrar em contato com Clarissa Rezende pelo 5051-9684.

Emprego / oportunidade de trabalho para quem fala Mandarim

Retirado do site da Michael Page, candidate-se aqui.

PROCUREMENT MANAGER

Região Sul, Indústria, 19/08/2008

Sobre nosso cliente
Nosso cliente é uma empresa multinacional de grande porte em fase de forte crescimento no Brasil e no Mundo.

Oferta:
Reportando-se ao Diretor de Supply Chain, suas principais responsabilidades serão:
– Prospecção e desenvolvimento de fornecedores nacionais e internacionais;
– Gerenciamento de todo o processo de compras, análise de propostas, negociações de prazo e fechamento de contratos nacionais e internacionais;
– Participação ativa no desenvolvimento de novos produtos, junto à Engenharia de Produto;
– Busca contínua por novos fornecedores, produtos e processos, visando redução de custo e ganhos de produtividade;
– Participação na avaliação e qualificação de fornecedores;
– Coordenação e implementação de estratégias de negociações e reduções de preços, bem como práticas e políticas globais da empresa;
– Gerenciamento de todas as atividades de aquisição de equipamentos, bens e serviços;
– Negociação de contratos, com respeito às regras e procedimentos do grupo, objetivando a otimização de prazos e custos e o atendimento aos padrões técnicos.

Perfil desejado
Buscamos candidatos formados preferencialmente em Engenharia, Administração de Empresas ou áreas correlatas, com experiência em cargos de compras estratégicas e desenvolvimento de fornecedores. Vivência em função gerencial, habilidade de negociação, atitude proativa e principalmente flexibilidade completam o perfil. Inglês fluente e experiência internacional são imprescindíveis. Mandarim será um diferencial.

Referência : PRDO60192

Oportunidades de trabalho para falantes de mandarim

Depois de conversar bastante sobre o assunto, resolvi fazer uma rápida pesquisa no site Catho para ver quais os tipos de vagas disponíveis para quem fala chinês. Busquei pela palavra mandarim e o resultado em percentual de vagas foi o seguinte:

Intérprete 31%

Secretária 3%

Estágio em Direto 3%

Professores 63%

Podemos tirar algumas conclusões:

. estamos naquela fase da corrida do ouro onde quem ganha dinheiro são os vendedores de ferramentas. No caso, quem ensina mandarim;

. temos uma grande deficiência de professores. A maioria dos adultos e mais velhos não têm Português bom o bastante para ensinar mandarim para brasileiros, enquanto que os jovens e descendentes não têm Chinês em nível suficiente;

. já publiquei aqui vagas de diferentes áreas, ou seja, há oportunidades, mas costumam circular dentro do meio. Se você está aprendendo mandarim para fins profissionais, é importante também fazer networking com pessoas que atuam neste mercado;

. uma das grandes necessidades do mercado chinês é de profissionais de nível gerencial. Existem naquele país pouco mais de 5 mil gerentes qualificados para trabalhar em multinacionais, enquanto que a estimativa é que sejam criados mais de 75 mil vagas nesse nível.

Pode ter certeza de que algo já está sendo feito para ajudar em coisas como estas 😉 Mas enquanto isso, se você tem alguma vaga relacionada à China, é só mandar que publico.

ps: buscando no Catho por chinês aparecem outras oportunidades, mais diversificadas, mas o percentual não é muito diferente. Professores vencem disparado.