Enquanto isso, em Taiwan

Da Reuters, via Estadão.com.br:

XANGAI – Taiwan vai pressionar a China para ter vôos diretos entre as duas regiões e também permissão para que mais turistas chineses visitem a ilha assim que o presidente eleito Ma Ying-jeou assuma o poder no mês que vem, disse uma importante autoridade taiwanesa na quinta-feira.

Chiang Pin-Kung, nomeado chefe da Fundação de Câmbio da ilha, órgão quase oficial que lida com as negociações com a China, disse a um grupo de homens de negócios chineses que tais planos seriam uma forma de reanimar a economia de Taiwan.

“Acredito que isso daria um grande estímulo ao nosso consumo, que está estagnado há muito tempo”, disse Chiang, que está em Xangai para agradecer a executivos taiwaneses beaseados na China por terem votado em Ma, que apóia laços econômicos mais fortes com o país.

Esta é a primeira visita de uma autoridade taiwanesa à capital comercial da China desde que Ma, do Partido Nacionalista, foi eleito no mês passado.

A China reivindica a posse da ilha independente desde que forças nacionalistas derrotadas fugiram para lá, ao fim da guerra civil em 1949. O país promete recuperar Taiwan – se necessário, com o uso da força.

Vôos diretos entre Taiwan e China são proibidos por razões de segurança, exceto durante a alta temporada, o que obriga as pessoas a fazer paradas temporárias em Hong Kong ou Macau.

Os turistas chineses raramente vão a Taiwan devido ao medo de brechas de segurança e de ter de permanecer na ilha por mais tempo que o necessário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s