Dilema da poluição

A poluição é um dos grandes desafios da China. Com o crescimento da pressão internacional e as conseqüências desastrosas ao meio ambiente, o país parece se atrapalhar na gestão do problema, como se vê pela matéria do Financial Times, traduzida e publicada esta semana pela Folha de S. Paulo:

Um sedã preto com vidros escuros segue Xu Jieha quando ela percorre de moto sua aldeia às margens do lago Tai, o terceiro maior da China. Um policial passa o dia todo ao lado da porta dos fundos de sua casa, e outro, da porta da frente. A situação está assim desde abril, quando foi preso seu marido, Wu Lihong, um dos ativistas ambientais mais conhecidos do país. Wu está detido numa delegacia policial, onde sua família, que nega as acusações contra ele, não tem autorização para vê-lo e onde seu advogado diz que ele foi torturado.

“Meu marido usou todas as economias da família para tentar salvar o lago, mas as pessoas não param de atacá-lo. Desde sua prisão, moradores locais dizem que as companhias químicas não têm mais o que temer”, disse Xu ao “Financial Times”. O caso é emblemático da atitude confusa da China quando se trata de resolver seus problemas ambientais. Por mais de uma década, Wu, 40, foi saudado pela liderança chinesa por seu combate à poluição resultante da indústria química.

Para sua família, seus problemas começaram quando ele passou a protestar contra o fato de Yixing, a cidade mais próxima à aldeia de Fenshui, ser nomeada “cidade modelo” -o que as autoridades locais esperavam usar para mostrar controle da poluição. Wu foi preso uma semana antes de uma viagem a Pequim em que protestaria contra o prêmio, acusado de tentar extorquir US$ 6.000 de empresas locais com a ameaça de expor suas atividades.

“Está ocorrendo uma repressão crescente a ativistas, sobretudo aos de base”, disse Mark Allison, pesquisador sobre a China na Anistia Internacional. Vários ativistas e advogados já foram presos ou postos em prisão domiciliar no último ano. A polícia se recusou a comentar o caso, que deveria ter sido julgado em junho mas foi adiado após a acusação de tortura. Pequim fez da redução da poluição uma de suas prioridades, e o premiê Wen Jiabao encomendou uma investigação sobre a contaminação do lago Tai. Mas o governo ainda se sente incomodado com os ativistas.

Desde a prisão de Wu, a poluição do lago piorou. Em junho as autoridades suspenderam o fornecimento de água a 2 milhões de pessoas devido à infestação de algas azuladas gerada pelos dejetos das fábricas. Foi a poluição do lago que atraiu Wu para a causa. Ele e sua mulher costumavam nadar ali quando crianças. Quando as usinas químicas começaram a poluir o lago, Wu passou a enviar relatos anônimos às autoridades da Província. Em 1998, ele ajudou uma equipe de TV a produzir um documentário.

“Nos últimos dez anos nossa família não tem podido viver em paz”, diz Xu, 39. Na casa do casal, há várias fotos de Wu, incluindo uma de 2005, em Pequim, quando ele foi saudado como um dos dez maiores ambientalistas da China.

6 opiniões sobre “Dilema da poluição”

  1. Caros companheiros de luta ambiental. Somos do Brasil, e aqui tambem nos preocupamos com o futuro do planeta. A alguns anos preocupados, com o problema ambiental, sem muita falação e mais ação decidimos agir por conta própria. Com um pequeno viveiro na frente de minha propria casa, e utilizando materiais descartaveis usados, neles germino sementes de arvores, denominada “arvores da china”, e distribuo mudas gratuitamente a toda a população. Com varias reportagens nas TVs e jornais da região, a iniciativa prosperou, onde mais de 30.000 mudas ja foram distribuidas. Ciente do grande descaso da china pelo problema ambiental, vimos através desta, procurar uma parceria com voces, como quem sabe até algo maior, em prol de nosso planeta. Aguardamos de voces algum contato para que juntos, possamos elaborar algo maior, para nosso planeta. Mais informações sobre nosso trabalho, basta ser solicitado pelo nosso email…cavalca12@hotmail.com. Desde ja espressamos nossos sinceros agradecimentos…abraços.

  2. In, Recomendei esse site para varios amigos meus da China que sabem ler em portugues, recentemente estao me falando que nao dar para mais acessar site na China, sera que entrou na lista de proibidos acessar na China ?
    Porque esteve na China no Julhoe este ano , ainda conseguia acessae esse site.

  3. Gente, incrível a crueldade com que os chineses tratam os animais, principalmente gatos e cachorros, os quiais eles tiram o couro dos animais ainda vivos, jogam os gatos vivos na água fervente, além de várias outras atrocidades.
    Por conta disso, além da exploração da mão de obra, eu, e recomento aos meus amigos e familiares que não comprem nenhum produto chines.
    Se tiverem dúvidas, acessem o site: http://www.irdin.org.br
    -Downloads
    -“A Libertação Animal Depende de Nossas Escolhas”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s